Selecionado:

Curso Pós Summit por Dr. Ítalo Rachid

860.00 (IVA incluído)

Curso Pós Summit por Dr. Ítalo Rachid

860.00 (IVA incluído)

CURSO PÓS SUMMIT | “Profissional”

Participação exclusivamente “Profissional”

REF: CPS.IHAS2020 Categoria:

Descrição

CURSO PÓS SUMMIT

Fisiopatologia da Inflamação Crónica e Subclínica e Envelhecimento Saudável

por Dr. Ítalo Rachid

Altis Grand Hotel – Lisboa, Portugal

Domingo, 25 de Outubro 2020

9:00 às 19:00 | 8H

SINOPSE

À luz do conhecimento vigente, podemos afirmar que a Inflamação Crônica Subclínica é causa e consequência primária do que até aqui conhecíamos como doenças “próprias” e “inevitáveis” da velhice.

Pesquisadores especialistas em aterosclerose publicaram no CIRCULATION em 2004 os resultados de um largo estudo conduzido em mais de 3.000 autópsias executadas em jovens que foram vítimas de acidentes e suicídio, tendo chegado a conclusões atordoantes. O estudo demonstrou que a inflamação começa a acometer os seres humanos muito mais cedo do que se supunha. Quase 30% dos mais de 3.000 indivíduos autopsiados, cujas idades variavam entre 13 e 30 anos, possuíam grandes lesões ateromatosas nas artérias coronarianas, e bloqueio de mais de 40% foi encontrado em mais de 20% dos indivíduos deste grupo. Estes números mostram de forma clara que milhões de pessoas já possuem doença coronariana arterial em estágios precoces da vida e a quase totalidade destas pessoas não tem sequer a menor ideia da existência do problema. A mensagem destes dados é inquestionável: nenhum ser humano deve esperar para iniciar um programa preventivo. Devemos introduzir a cultura de iniciar um programa de manutenção preventiva o mais cedo possível!

O cardiologista Paul Ridker, um dos pesquisadores mais importantes nesta área afirma: “nós temos que passar a considerar as doenças cardiovasculares e cerebrovasculares como doenças essencialmente inflamatórias, do mesmo modo como consideramos, por exemplo, a artrite reumatoide.”

Ele estima que cerca de 30% da população americana tem os níveis de colesterol normais, porém níveis de atividade inflamatória elevados, sem nenhum conhecimento da situação.

Isto significa que milhões de pessoas hoje estão vivendo ser ter conhecimento de que possuem risco elevado para DCV, IAM e AVC.

Estes estudos confirmaram o que de há muito tempo se suspeitava na cardiologia: a inflamação crônica ataca e consome o tecido arterial e causa as DCV.

Este ataque debilita e eventualmente rompe a placa ateromatosa, sendo o responsável direto pelo IAM e pelo AVC.

Desse modo, educar-se e familiarizar-se com o diagnóstico e propostas terapêuticas para controlar ou eliminar a inflamação crônica subclínica passam a ocupar um papel central dentro do contexto da medicina preventiva e do tratamento da saúde.

 

CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS

Conceitos Introdutórios
O objetivo é discutir com os alunos os mecanismos de base que promovem a ativação e cronificação da resposta inflamatória subclínica, bem como os processos de auto-regulação e contra-regulação da inflamação, o impacto e repercussões em vasta gama de órgãos e tecidos, bem como a capacidade limitada do corpo em lidar de modo bem sucedido com esses processos.

Inflamação, Ativação e Bloqueio Enzimático
O tema objetiva discutir com os alunos os múltiplos processos promotores e ativadores da resposta inflamatória, suas repercussões e desdobramentos ao nível celular e imunológico, apresentar os mecanismos e formas de bloqueio enzimáticos, bem como as intervenções e estratégias terapêuticas que podem ser aplicadas a partir da compressão desses mecanismos.

Fatores Etiológicos
O objetivo é apresentar os múltiplos fatores que podem disparar a ativação da inflamação crônica subclínica no corpo humano, os diferentes níveis de impacto na geração da pró inflamação e na reação anti-inflamatória, bem como os níveis variáveis de vulnerabilidade ao processo a que os tecidos estarão expostos, implicando em riscos de doenças e comorbidades ao longo da vida e do envelhecimento.

Hormônios e Inflamação
O objetivo é discutir o papel central da homeostase da orquestra hormonal como um dos mais importantes fatores para a resposta epigenética de silenciamento de genes que codificam a cascata de eventos pro-inflamatórios, bem como a aplicação de protocolos de intervenção hormonal que podem contribuir diretamente para aumentar a atividade anti-inflamatória.

Inflamograma Sistêmico
O objetivo é apresentar os principais marcadores laboratoriais da cascata de eventos pró e anti inflamatórios, o nível de impacto na capacidade preventiva e preditiva de cada um deles e a importância da utilização rotineira desses marcadores como ferramenta de base para intervenções terapêuticas de caráter preventivo e curativo, modificando de forma radical a percepção de risco para doenças crônico-degenerativas do envelhecimento.

Inflamograma Intestinal
O objetivo é apresentar os principais marcadores laboratoriais da cascata de eventos pró e anti inflamatórios na esfera específica do sistema gastrointestinal, o nível de impacto na capacidade preventiva e preditiva de cada um deles e a importância da utilização rotineira desses marcadores como ferramenta de base para intervenções terapêuticas de caráter preventivo e curativo, modificando de forma radical a percepção de risco para doenças crônico-degenerativas do envelhecimento.

 

  • DIRIGIDO EXCLUSIVAMENTE AO SEGMENTO PROFISSIONAL
    Para efeitos de participação no curso pós summit, não é condição obrigatória a inscrição no “2ND International Healthy Aging Summit 2020″

 

  • INCLUI
    Documentação de Suporte
    Healthy break (2)
    Almoço buffet
    Certificados de Participação

Também pode gostar…

Fechar menu
×

Cart